Em dia movimentado CDPD recebe grave crise com impacto mundial

Por: Pietro Dal Monte

Os delegados não esperavam ter que resolver grave problema no Oriente Médio tendo em vista o dia produtivo e relativamente calmo que o comitê em se encontrava.

A 7ª sessão da 12ª Conferência dos Estados Parte da Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência começou extremamente bem. Após uma reflexão sobre a opinião pública mediante a publicação da notícia no dia anterior pelo The Australian, os delegados obtiveram êxito em manter as discussões dinâmicas e promissoras. A principal proposta de agenda de trabalho teve considerável avanço pela parte das delegações, não se mantendo nem um pouco monótona ou repassando os mesmos tópicos diversas vezes.

Os principais temas discutidos no comitê foram as cláusulas que destacavam a integração de crianças e jovens com deficiência nas escolas mediante a implementação de esportes inclusivos, ateliês artísticos e aulas que estimulam a criatividade e cognição, por exemplo.

Além disso, os delegados discutiram um importante tema que foi a situação de mulheres com deficiência na sociedade, levantando delicados temas como o abuso sexual, punição corporal e transtornos psicológicos sofridos por elas.

Entretanto as delegações se depararam com uma grave crise em escala mundial: No Marrocos, uma criança com deficiência física foi impedida de frequentar uma escola no interior do país.

A escola alegou falta de espaço e condições para que a criança tivesse aula, o que gerou uma onda de protestos em países Africanos e Asiáticos, em especial Índia, Egito e África do Sul. Com tweets de professores e personalidades de renome internacional criticando o andamento e conduta da Convenção, as delegações apressam-se em escrever uma proposta de resolução destinada à comunidade internacional.

No Instagram da Imprensa do X SPMUN a nota dirigida ao público internacional foi publicada. O Marrocos e os países membros das Nações Unidas ainda aguardam a Proposta de Resolução da crise redigida pelos delegados do CDPD.