Discussões sobre os curdos é tema entre os delegados

Por: Luana Rissi

Nesta terça-feira (2), foram abertas discussões a respeito da etnia curda, sendo notável a conservação dos direitos humanos

A preservação dos direitos humanos para com os curdos é muito presente dentro das discussões entre as delegações presentes no SOCHUM. Porém, há países, como a Turquia, que apesar de os incluírem os curdos de modo geral, no quesito educação, eles não obtêm um grande reconhecimento, já que as escolas na Turquia não desejam aderir às cinco linguagens curdas. A Turquia também garante continuar combatendo a milícia curda apoiada pela Síria, que é contra a criação do Curdistão.

No comitê, investimento em escolas, garantia de propriedade privada e atuação política são constantemente debatidas e preservadas entre os países. Medidas que contemplam socioeducação e igualdade são defendidas por muitas delegações, com base em que, como salientou o Egito, uma nação inteira não pode ser vista como terrorista. 

Os Estados Unidos da América, como defensor histórico, afirma que a proteção dos curdos deve ser de interesse global e apoio deve ser dado à etnia, levando em conta tanto o auxílio financeiro quanto moral.